Avanços em Literatura e Cultura Portuguesas. Da Idade Média ao século XIX

22,60

Volume 1

Hay existencias

Volume 1

 

NOTA DO PRESIDENTE

DA ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE LUSITANISTAS……………………………..9

NOTA EDITORIAL…………………………………………………………………………………….11

UMA NOVA EDIÇÃO DAS CANTIGAS DE SANTA MARIA………………………….13

Stephen Parkinson

O SERMÃO DE ABRANTES, DE GIL VICENTE:

UM EXEMPLO DE SERMÃO CARNAVALESCO?…………………………………………31

Andrés José Pociña López

QUE PRÁTICA TAM AVESSA DA REZAM:

UM CHARIVARI CORTESÃO NO TEATRO DE GIL VICENTE……………………..41

Márcio Ricardo Coelho Muniz

O ALCANCE SIMBÓLICO DAS AVES NOS EMBLEMAS

DE FREI JOÃO DOS PRAZERES…………………………………………………………………63

Filipa Medeiros Araújo

A ATUALIZAÇÃO LEXICAL DE TEXTOS LITERÁRIOS CLÁSSICOS……………..89

José Maria Rodrigues Filho

A “FRAUTA RUDA” E A “HORRÍSSONA BOMBARDA”:

BARBÁRIE E CIVILIZAÇÃO N’OS LUSÍADAS……………………………………………..99

Pedro Madeira

OSTENTAÇÃO DO OBSCURO: O POLIFEMO DE GÔNGORA

E OS LOCA DIRA DE CORTE-REAL…………………………………………………………119

Hélio J. S. Alves

DOIS COMENTÁRIOS SETECENTISTAS SOBRE A OBRA POÉTICA DE

FRANCISCO DE SÁ DE MIRANDA…………………………………………………………..129

Thomas Earle

DOM FRANCISCO MANUEL DE MELO. EPANÁFORA AMOROSA: UMA

HISTÓRIA DE PAIXÃO & MORTE…………………………………………………………….145

Artur Henrique Ribeiro Gonçalves

UM DRAMATURGO PORTUGUES NA CORTE ESPANHOLA:

PROCEDIMENTOS DE REESCRITA DE MATOS FRAGOSO EM EL SÁBIO EN

SU RETIRO Y VILLANO EN SU RINCÓN……………………………………………………..163

María Rosa Álvarez Sellers

JUSTICA PARA O JUDEU (CONSIDERAÇÕES SOBRE TEMAS E FORMAS

RECORRENTES NA COMEDIOGRAFIA DE ANTÔNIO JOSÉ DA SILVA)……181

Renata Soares Junqueira

A ARTE NO SAGRADO: MÚSICA E IMAGEM EM COIMBRA…………………….199

Maria do Amparo Carvas Monteiro

O MITO DA NOITE:

CONFIGURAÇÕES DO NOCTURNO NO IMAGINÁRIO CULTURAL………….221

Rosa Fina e Fernanda Santos

CONTRIBUTOS PARA A HISTÓRIA DA REFORMA DO TEATRO NACIONAL …231

Ana Clara Santos

ANA PLÁCIDO, UMA ESCRITORA OITOCENTISTA EXEMPLAR………………249

Cláudia Pazos Alonso

A BALADA NO ROMANTISMO PORTUGUÊS………………………………………….267

J. J. Dias Marques

NOS PASSOS DAS JÃS. RE-INVENÇÃO DE UMA TRADIÇÃO POPULAR……289

Maria de Lourdes Cidraes

RETÓRICA DO EXÓTICO NA OBRA DE GOMES DE AMORIM…………………303

Marinete Luzia Francisca de Souza

ZSIGMOND KEMÉNY: VIDA E SONHO. UM DESTACADO ROMANCE

HÚNGARO DECIMONÓNICO SOBRE A VIDA DE CAMÕES……………………..321

Pál Ferenc

A ASCENSÃO DO ROMANCE EM PORTUGAL: ALGUNS APONTAMENTOS…..333

Paulo Motta Oliveira

FATAL DILEMA DE ABEL BOTELHO E A TEATRALIZAÇÃO DO CONFLITO

INTERIOR DA PERSONAGEM…………………………………………………………………..351

Anabela Morais Brás e e Cândido de Oliveira Martins

PULSÕES E DIÁTESES NA OBRA DE ABEL BOTELHO……………………………..365

Mário Bruno

O RAPTO DE GANIMEDES: SIGNO DA ESSÊNCIA DO BARÃO DE LAVOS…….381

Simone Cristina Manso Escobar

O BEM OU A LIBERDADE NO ÚLTIMO CICLO DE SONETOS

DE ANTERO DE QUENTAL……………………………………………………………………..399

Cristina Isabel Lucas Silva

ANTHERO. POESIA. VISÃO MORAL DO MUNDO…………………………………..421

Maria Eduarda Vassallo-McGeoch

Peso 0.2 kg